Marketing de afiliados: o que é e como gerar leads qualificados

Marketing de afiliados: o que é e como gerar leads qualificados

Alcides Soares Filho

Há 2 estratégias possíveis na nossa vida…

Há somente 2 estratégias que podemos escolher para sobreviver:

  • Matar um leão por dia. Isso significa que precisamos levantar e ir trabalhar todo santo dia porque, se não o fizermos, estaremos lascados. Perderemos o emprego ou, se formos empreendedores digitais, se não vendermos o produto novamente, teremos ZERO de comissões. Nesta estratégia é impossível alavancar ganhos. Uma venda realizada não produz receitas além de sua própria comissão. Ou,se você for um trabalhador, apenas receberá o seu salário direitinho, com todos aqueles descontos;
  • Buscar/caçar “presas” que nos alimentam continuamente. Isso é bem mais difícil, mas significa conquistar receitas usando automação, recursos digitais. Com a grande vantagem de gerar receitas mesmo quando estamos dormindo ou nos divertindo. Se você conseguir promover produtos ou serviços que geram receitas recorrentes, todo trabalho adicional se SOMA ao trabalho anterior, alavancando seus ganhos.

Qual estratégia você acha melhor?

Claro que a estratégia 2 é muito melhor. E muita gente, buscando isso, vai atrás do Marketing de Multinível (MMN). Porém, como já ressaltei num artigo, há muita mentira no marketing multinível. Em geral os participantes principais (iniciais) ganham muito e  todos os demais (debaixo deles) ganham muito pouco.

O que fazer?

Em 2001 fui aos Estados Unidos e, como todos nós, fui fazer uma compra numa cadeia de lojas chamada Best Buy. Queria comprar um smartphone. Quanto custava? ZERO, se assinasse um contrato com a operadora telefônica local, por dois anos pelo menos.

Aquilo me chocou, quase vinte anos atrás. Na ocasião, ter um telefone fixo no Brasil custava mais de mil dólares.

Ter um celular de última geração com custo zero era algo impensável aqui no Brasil. Mas o que eles estavam vendendo? Produto ou serviço? Serviço – e garantindo um faturamento ao longo de 24 meses. Esse conceito revolucionou o mundo: mostrou que o importante não é a posse, mas o usufruto do benefício da posse.

Trazendo este mesmo conceito para nosso mundo de marketing de afiliados, você pode escolher empresas que irão pagar você permanentemente uma comissão enquanto elas estiverem usando os serviços da empresa. Você faz o marketing da empresa deles. Você vende o produto deles. E todo santo mês, quando os clientes deles pagarem a conta, você recebe comissões. Você faz uma única venda, mas recebe múltiplas comissões. Não tem que matar um leão por dia. Nem dizer: bom dia “chefe”, mesmo que você esteja num péssimo dia e querendo que tudo se exploda.

Definição de Marketing de Afiliados

Essencialmente é um acordo de marketing pelo qual um varejista on-line paga comissão a um site externo por gerar tráfego ou vendas que acontecem devido às suas referências.

Há milhares de sites que pagam comissões. recorrentes ou não. Por exemplo: tenho um site (blog) sobre ASP.NET CORE MVC, onde num artigo indico um provedor para esse tipo de sistema. Somente essa indicação me gera mais de U$100 por mês. Ganho mais de U$1200 por ano com esse blog onde de vez em quando publico um ou outro artigo somente para mantê-lo “vivo” e pesquisado na WEB.  Para manter todos meus sites no ar gasto, no mesmo provedor, mEnos de U$200 ano. Meu lucro anual é mais de U$ 1000, o que para mim é ótimo.

Você pode argumentar que é mais fácil falar do que fazer, É verdade. Mas é possível criar artigos realmente incríveis e cheio de recursos. Isso requer tempo, esforço, pesquisa e dedicação ao projeto. Mas você não precisa reinventar a roda. Tendo um blog, torne suas postagens interessantes e ofereça opções que capturem a atenção dos leitores. Faça com que eles queiram ler e aprender mais sobre um produto ou serviço que está dentro do seu quadro de marketing de afiliados.

Agora vem um ponto importante: ofereça produtos e serviços que REALMENTE são importantes e úteis para você. Do contrário você não terá argumentos verdadeiros para defender sua indicação. Seja honesto e verdadeiro,

Como Gerar Leads Qualificados para Sua Rede?

Se você deseja trabalhar com marketing de afiliados, considere que o seu sucesso estará baseado na maneira como você vai gerar leads qualificados para posteriormente convertê-los em clientes.

Tornar-se parte de uma rede de afiliados é uma excelente estratégia. por exemplo, para blogueiros que procuram aumentar sua renda atual ou mesmo para começar a ganhar dinheiro com o blog. Existem várias opções quando se trata de marketing de afiliados.

O marketing de afiliados tem potencial de impulsionar as vendas e gerar receitas significativas. Mais do que isso, é uma tática de geração de leads altamente econômica.

Escolhemos algumas técnicas mais utilizadas pelos maiores mestres do marketing de rede nos Estados Unidos, que já são comprovadas pela sua eficácia.

Crie uma página atraente para engajar seu usuário:

No primeiro  post de sua landing page (ou no primeiro post da sua Fanpage no Facebook), tente incluir uma oferta que chame muito a atenção do usuário e faça com que ele tenha vontade de preencher o cadastro. Seja criativo.

Faça uma pesquisa para definir seu público:

Se pretende atuar em um nicho específico, saiba qual a necessidade de  seu público, procure definir a persona de quem vai comprar seus produtos e determinar uma região de atuação para trabalhar.

Você pode refinar esse público-alvo depois de iniciar a divulgação, lembre-se disso (se estiver  trabalhando com o Facebook, redefinir seu público alvo será muito fácil).  Se quiser, leia este artigo e baixe sem custo um template para montar seu AVATAR DE CLIENTE.

No seu post, não se esqueça de um bom título e do Call to Action (CTA):

Com o call to action (CTA ou chamada para ação), você pode se quiser passar uma sensação de urgência – ou despertar ainda mais o interesse sobre os benefícios que o produto ou serviço está oferecendo.

O seu título é a porta de entrada. Ela irá atrair o leitor até a sua página de vendas. Use títulos simples e diretos, que na primeira impressão já mostre do que se trata.

Evite , nesse título, gírias ou palavras negativas como ” não, nunca, impossível, etc”.

Faça uma chamada para a ação atrativa. levando o visitante para sua página de cadastramento de leads.

Invista em e-mail marketing:

O email marketing ainda é uma das mais poderosas ferramentas de marketing digital que nós temos.

Com o e-mail marketing, podemos proporcionar material gratuito e de qualidade para nossos clientes, gerando autoridade, compromisso e principalmente confiança na hora de fechar um bom negócio.

Se você conseguir atrair e cadastrar leads, invista neles. Ofereça brindes, materiais gratuitos, dicas e sugestões de uso, ebooks, ou qualquer outra coisa. Sempre dê, ao visitante, a sensação de estar ganhando algo. Turbine suas vendas de MMN (Marketing de Multinível)ocê pode usar autoresponders – que permitem montar campanhas de e-mail sem quaisquer limites,  com e-mails sequenciados e workflows de ações,

Priorize as melhores empresas (que pagam bem e mandam relatórios mensais)

Para gerar leads qualificados com segurança, vocês deve escolher bem as empresas pela qual pretende atuar como “representante”.

Pesquise e busque informações precisas sobre a empresa que deseja investir, consulte seu histórico, sua reputação online, etc. Veja se há muita reclamação, sobre a qualidade dos produtos, se tem boas vendas, etc..

Nunca divulgue algo em que você mesmo não acredita ou que tem má reputação na Internet.

Invista em conteúdo de Qualidade

Gerar leads qualificados é apenas uma parte do ciclo de vendas. Para fidelizar um cliente, devemos oferecer/mostrar sempre um produto (ou serviço) de qualidade.

Temos que pensar em estratégias que vão do pré até o pós-vendas para que o cliente fique cada vez mais cativado. A melhor maneira de conseguir isso é através de um bom conteúdo.

Se você tem um site, blog ou rede social, aborde e foque em temas referentes ao produto que está sendo oferecido. Coloque chamadas claras para que o cliente possa interagir com o conteúdo oferecido.

Crie uma audiência e sempre ouça suas necessidades. Uma boa rede será firme e estruturada se você conseguir resolver os problemas e atender às necessidades das pessoas.  Ninguém vai lhe dar atenção se você não fizer parte da solução.

Tudo o que você precisa saber sobre Computação em Nuvem nos seus negócios!

Computação em Nuvem para Gestores e Empreendedores

Computação em Nuvem para Gestores e Empreendedores

COMO FUNCIONA A AVALIAÇÃO 360º GRAUS NO COACHING?

COMO FUNCIONA A AVALIAÇÃO 360º GRAUS NO COACHING?

O coacher pode utilizar essa poderosa ferramenta para obter visões da rede de relacionamento de seus coachees. Essas visões da rede (composta por gestor, pares, subordinados fornecedores, clientes, amigos, pessoal de networking e até parentes) , acerca de competências que precisam ser desenvolvidas e melhoradas, permitem dar um feedback muito mais preciso e rico para o coachee. O objetivo é mudar comportamentos, abrir novos caminhos e perspectivas,  e o feedback com base em diferentes visões enriquece todo o processo de coaching.

A avaliação 360 no coaching justamente ajuda a fazer isso, dando uma visão de todo tipo de pessoa (em 360 graus…) de todo tipo de pessoa com que o coachee mais se relaciona, que avaliam em que intensidade (ou com frequência)  os coachees apresentam comportamentos que são observáveis, que por sua vez caracterizam comportamentos essenciais, também chamados de competências desejadas. Daí a Avaliação 360 ser muitas vezes chamada simplesmente de Avaliação de Competências.

Quando utilizar a Avaliação 360º  Graus?

Se seu trabalho com coaching envolve o desenvolvimento de pessoas, a Avaliação 360º pode ser usada sempre. Alguns exemplos:

  • Desenvolvimento de Liderança;
  • Desenvolvimento de Empreendedores;
  • Gestão de Desenvolvimento a Carreira;
  • Preparo e planejamento de sucessão familiar;
  • Coaching Executivo;
  • Facilitação de Times de Trabalho;
  • Planejamento de Saída/Outplacement;
  • Melhoria do Relacionamento com pessoas-chave do staff… e por aí afora.

Quem afinal participa da Avaliação 360º  Graus?

O coacher identifica, de acordo com o objetivo de trabalho, quem deverá responder os questionários, de acordo com a rede de relacionamentos que mais impacta atingir as metas desse objetivo. Podem participar da rede de relacionamentos:

  • O Gestor direto (ou gestores), superiores com que mantém estrito relacionamento, ex-gestores. No caso de CEO ou Presidentes, podem ser os membros do Conselho;
  • Os Subordinados (em geral diretos) ou mesmo ex-subordinados;
  • Pares de trabalho (pessoas de mesmo nível hierárquico ou muito próximas, sem relação de subordinação ou chefia);
  • Fornecedores (externos ou mesmo internos à organização – neste caso, pessoas que fornecem serviços para o avaliado);
  • Clientes (externos ou mesmo internos da organização – neste caso, pessoas que se “servem” do trabalho do avaliado);
  • Amigos (que conheçam bem o avaliado profissional e ou pessoalmente);
  • Parentes (idem);
  • Pessoal de Networking (em geral, pessoas com que já trabalhou no passado ou mantém um relacionamento relativamente próximo).

O importante é selecionar pessoas que conheçam bem o avaliado e tenham condições de responder com qualidade à maioria das perguntas do questionário de avaliação, sem estar “chutando” respostas. Com exceção do gestor, o ideal é envolver pelo menos 3 pessoas de cada tipo de relacionamento, sempre que possível. Isso ajuda a preservar respostas individuais, pois o relatório apresenta médias por tipo de avaliador (por visão). Como o avaliado também responde o questionário (autoavaliação), é possível confrontar a visão que tem de si mesmo com a visão das pessoas de sua rede, identificando com clareza “GAPS” de percepção que precisam ser trabalhados nos processos de Coaching. Os “GAPS ” são lacunas mostrando como você se percebe versus a forma como os outros o percebem –  disponíveis logo após a conclusão da avaliação,

Como funciona a Avaliação 360º  Graus, na prática?

Antigamente, depois de escolhas as pessoas que vão responder o questionário, se mandava um Excel ou mesmo um Word com todas as perguntas do questionário. O Consultor precisava ficar supervisionando e cobrando os questionários respondidos e depois tabular todas as respostas de todos envolvidos. Um processo que consome tempo valioso (em geral não remunerado, porque é meio invisível para o cliente final), difícil de conferir (nem todos respondem a todas as perguntas) e sujeito a muitas falhas na tabulação final (por mais meticuloso que o Consultor seja).

Hoje isso é coisa do passado. Há sistemas como o Coaching 360 (se você é coacher ou tem uma consultoria de coaching cadastre-se),  da Clicks to Bricks, especializada em Avaliações 360º,  que permitem:

  • Acesso aos questionários de forma totalmente eletrônica, via WEB, que podem ser respondidos em qualquer tipo de dispositivo (celulares, tablets, lap-tops e desktops);
  • Monitoração completa de toda aplicação, com envio de e-mails de Convite e de lembrete para todos que tem avaliações ainda em aberto;
  • Tabulação on-line, automática, de todas avaliações completadas, com geração de tabelas e gráficos que podem ser impressos a partir da própria WEB ou exportados para Excel, Word ou mesmo PDF.
  • O sistema permite ainda que o próprio Avaliado seja um agente ativo durante a aplicação, convidando mais avaliadores, mandando lembretes e incentivando as pessoas a responderem sua avaliação!
  • O consultor tem acesso ao resultado de todos os avaliado, podendo imprimir os relatórios, analisá-los e marcar reuniões de “devolutivas”, ocasiões em que discutirá e orientará seus coachees nos principais pontos a serem melhorados, desenvolvendo um planejamento de ações em conjunto.
  • O sistema permite aplicar a mesma avaliação tempos depois, de forma a poder comparar os resultados “antes” e “depois”, fazendo um “pente fino” sobre competências e comportamentos que ainda precisam de aprimoramento.

Benefícios da Avaliação 360º  Graus para o Consultor de Coaching, na prática

Para fazer um resumo:

  • Você pode impactar de forma ainda mais significativa os resultados do seu trabalho com Coaching;
  • O uso do Sistema Coaching 360 é barato e permite que você venda a Avaliação com razoável margem de lucro;
  • Além de lucrar com o serviço da Avaliação, você amplia as horas de consultoria com devolutivas, alavancando ao máximo os seus serviços e de forma muito rápida;
  • Você tem fortes indicadores e elementos para montar um plano de ação consistente, num processo estruturado, orientado por resultados e que vai contar com sua supervisão e orientação de tempos em tempos. Analisando desafios de negócios, esclarecendo problemas, revisitando crenças limitantes e abrindo caminhos com um curso de ação muito convincente.
  • Você pode medir os avanços comportamentais refazendo a avaliação num novo ciclo, após algum tempo. Refinando o processo. Revendo necessidades mais importantes nesse “novo” momento. Redefinindo ou reafirmando os objetivos mais importantes. Traçando novas metas e formas de contornar obstáculos que impeçam que seus clientes alcancem seus objetivos.

Benefícios da Avaliação 360º  Graus para os Avaliados

Ainda que toda avaliação de comportamentos apresente subjetividade, estando sujeita a crenças, cultura e conhecimento dos avaliadores, a aplicação da mesma em em grupo de 10 a 15 pessoas conhecidas dá uma visão muito razoável da percepção que eles têm sobre o seu Coachee. Exemplo de comportamentos que podem ser investigados, trazendo “insights” valiosos:

  • Assume riscos razoáveis ​​para melhorar a empresa?
  • Examina situações de diferentes pontos de vista, para obter perspectivas?
  • Cria para os colaboradores situações de aprendizagem desafiadoras, especificamente para desenvolver habilidades e melhorar resultados “bottom line”?;
  • Cria e desenvolve confiança com os colaboradores?
  • Comunica-se aberta e honestamente?
  • Exibe confiança ao apresentar idéias ou expressar opiniões aos outros?
  • Sabe escutar os outros para entender suas necessidades e preocupações?
  • Toma decisões que podem ser impopulares se for do interesse do cliente?
  • Pensa no crescimento da empresa e explora novas ideias para o desenvolvimento organizacional?
  • Procura em novas formas de obter vantagem competitiva sem abrir mão das “boas práticas”?
  • Demonstra competência e credibilidade em sua área de especialização?
  • Atrai e retém os melhores talentos?
  • Lidera com um estilo de liderança autêntico?

“Insights” com base nas respostas a essas perguntas permitem, por exemplo:

  • Beneficiar o avaliado, suas equipes e sua organização de forma praticamente imediata;
  • Deixar de planejar mudanças com base no instinto ou no “achômetro”, aumentando o grau de autoconhecimento, o que é especialmente importante quando se trata de liderança. Liderar pessoas requer um equilíbrio cuidadoso de prioridades concorrentes. Muitos líderes com boas intenções cometem erros porque fazem melhorias contínuas na direção errada;
  • Dar mais foco em processos: “como” as coisas são feitas em oposição ao “o que” é feito. Fazer as coisas da maneira correta, mesmo que isso possa falhar é melhor que simplesmente fazer. Ao se concentrar nos processos, a pessoa está se dando a melhor chance de criar o resultado desejado. E há o bônus adicional de repetibilidade e previsibilidade.
  • Promover o diálogo: comparando a autoavaliação com os diferentes tipos de avaliador, é possível melhorar (e muito) os processos de feedback. Tornando-os mais significativos e objetivos. O diálogo é sempre o primeiro passo para sair da “intenção” ou “desejo” e conseguir melhorias junto a pares, subordinados, clientes e fornecedores – e mesmo o gestor.
  • Melhorar as relações no ambiente de trabalho: os relacionamentos passam a ter mais reciprocidade (trocas de informação mutuamente benéficas). Os processos de feedback deixam de ser unilaterais,, quando existem, ou passam a existir, quando não existem.
  • Criar um ambiente que encoraja o desenvolvimento pessoal. É que permite coordenadores tornarem-se gerentes eficazes, gerentes efetivos tornarem-se executivos efetivos e executivos efetivos tornarem-se membros efetivos do Conselho. O fato de oferecer mais oportunidades de desenvolvimento pessoal ajuda a manter os talentos da empresa. A avaliação 360 fornece muitos insumos para o desenvolvimento pessoal.
  • Melhorar o desempenho: o feedback de 360 graus é uma das ferramentas mais poderosas isso: melhora os relacionamentos, aumenta a responsabilidade e gera clareza sobre como melhorar o desempenho.
Chegou o Sistema Coaching 360 graus!

Chegou o Sistema Coaching 360 graus!

Você, Coacher, agora pode aplicar Avaliações 360 graus para seus clientes, totalmente on-line.

Amplie seus conhecimentos sobre seus clientes de Coaching. Você vai ter muito mais feedback para dar a ele, ampliando suas horas de consultoria e aumentando ainda mais a qualidade do seu trabalho.

Basta você se inscrever já. Você pode conhecer e usar nosso sistema sem qualquer custo.Veja mais detalhes e inscreva-se já:

http://360coaching.azurewebsites.net/

 

Dicas para instalar o Instagram do jeito certo

Dicas para instalar o Instagram do jeito certo

Alcides Soares Filho

É mito importante instalar o Instagram do jeito certo (ou ajustá-lo se você já instalou)…

Estudando o Instagram, vi que tinha instalado a minha conta de um jeito muito inadequado – e por isso sempre consegui poucos seguidores, com um crescimento muito lento. Vamos ver neste artigo algumas dicas de como instalar o Instagram do jeito certo.

DICA 1

SUA FOTO

A IMAGEM ORIGINAL TEM QUE SER QUADRADA

Otimizar a foto da sua conta do Instagram é muito importante porque ela é a representação visual do seu negócio – se você tem uma conta Business, claro.

A foto de ORIGEM para o Instagram usar deve ser QUADRADA. Porque o Instagram recorta essa imagem dentro de um círculo. O tamanho mínimo dessa imagem deve ser de 110 x 110 pixels. O ideal é usar o tamanho máximo de 500 x 500 pixels.

A imagem principal dentro do quadrado deve estar centralizada. Assim o recorte circular do Instagram ficará simétrico, limpo e e centralizada em sua página de perfil.

Devo usar Foto ou Logomarca???

Depende do que você você faz. Se você é um consultor de negócios ou um empreendedor individual, provavelmente a sua foto é o que melhor lhe representa – principalmente se o fundo tiver um contexto adequado (caso contrário procure não usar fundo algum).

Se você tem uma logomarca é preciso tomar cuidado. Muitas marcas tem muito texto associado e quando visualizadas dentro do círculo – no celular – empastelam toda a leitura. Nesse caso, se possível, recorte a parte gráfica da logomarca. Ou então coloque uma imagem que representa o principal produto(ou tipo de produto) comercializado. Lembre-se: a imagem é uma representação visual SIMBÓLICA do seu negócio.

Exemplos do Mcdonald’s e da KFC:

DICA 2

BIO

O OBJETIVO DA BIO É “VENDER” A SUA CONTA DE INSTAGRAM PARA SEU PÚBLICO ALVO, FAZENDO COM ELES PASSEM A SEGUIR VOCÊ

Quando fiz a minha primeira BIO, era quase que um currículo. Parecia que eu estava pedindo emprego e “mostrando” as minhas qualificações: “Formado em Administração pela escola tal, X anos de experiência” – e ia por aí… Nada mais equivocado.

A BIO é a sua ÚNICA OPORTUNIDADE de dizer, muito rapidamente, e com 150 caracteres ou menos, como você pode entregar algo de valor para o  seu público alvo, motivando as pessoas a pressionar o botão de SEGUIR o mais rapidamente possível. É assim que você ganha mais visitantes que voltam para ver suas novidades – ou que recebem as suas postagens sempre.

Hoje minhas BIO mudou radicalmente:

Ajudo as pessoas que querem fazer negócios pela internet, usando marketing digital ou gerando faturamento recorrente em sites de sua rede de clientes. 

 

“Venda” sua conta no Instagram – e não seus produtos/serviços

Muitas pessoas que têm um perfil de negócios no Instagram tentam logo de cara vender produtos ou serviços nesse espaço, ao inves de incentivar o visitante a SEGUIR. Produtos e serviços específicos podem ser oferecidos em postagens posteriores.

Agora o IMPORTANTE é que as pessoas apertem o botão “SEGUIR“. No momento, isso é muito mais importante do que fazê-las comprar qualquer produto seu. Se no momento elas não estiverem interessadas no produto/serviço, você vai perdê-las para sempre. Mas se ela seguí-lo, você vai poder oferecer todos os seus produtos PARA SEMPRE!

Tudo o que eles precisam fazer agora é clicar no pequeno botão de SEGUIR e torná-lo verde na sua página. O que é muito mais fácil e provável do que tentar vender qualquer produto ou serviço.

Neste momento é a primeira vez que estão te visitando e eles não precisam agora ir ao seu site e provavelmente não tem nenhum motivo para ir e gastar dinheiro lá.

Sendo seus SEGUIDORES, eles receberão atualizações da sua empresa pelo resto da vida.

Perguntas que você deve se fazer ANTES de escrever (ou reescrever sua BIO)

  • O que faria uma pessoa DO MEU PÚBLICO ALVO apertar o botão de “SEGUIR” DEPOIS de ler a minha BIO?
  • O que as pessoas poderiam querer do seu negócio?
  • O que você pode oferecer para elas que é REALMENTE ATRAENTE?
  • Por quê elas gostariam de entrar na sua rede?

Tente condensar suas respostas em 150 caracteres ou menos e coloque isso na sua BIO.

Usando Emojis

Você pode usar os emojis (emoticons, aquelas carinhas que em geral expressam sentimentos), mas o recomendável é usar pouco e com muita discrição. Muitos emojis tiram o ar de seriedade daquilo que você faz. Se você é sério, eu recomendo que você não use isso.

Talvez um ou dois, se for uma foto de um email ou algo parecido.

Fazendo BenchMarking

Pesquise seus concorrentes ou pesquise pessoas que estão fazendo coisas semelhantes a você e têm um público-alvo semelhante ao seu. Use isso como uma boa inspiração para o que está funcionando – especialmente se esse concorrente (ou similar) está tendo um ótimo desempenho de vendas.

Você pode escolher diferentes aspectos do que gosta em cada concorrente ou empresa similar e combiná-los para fazer o seu.

 

 

Tudo o que você precisa saber sobre Computação em Nuvem nos seus negócios!

Computação em Nuvem para Gestores e Empreendedores

Computação em Nuvem para Gestores e Empreendedores

Da Rolleiflex ao Instagram – Estatísticas 2019 importantes para fazer Marketing DIgital

Da Rolleiflex ao Instagram – Estatísticas 2019 importantes para fazer Marketing DIgital

rolleiflex35

A “profissional” Rolleiflex

Antes de falar de estatísticas do Instagram, é interessante lembrar como tudo mudou muito; Sou do tempo em que não existia esse negócio de tirar “selfies” e nem em livro de ficção científica aparecia a ideia de fazer marketing em telefone usando imagens e filmes, no lugar de voz.

 
Quando era menino, admirava a máquina fotográfica de meu pai, jornalista: era usada por profissionais e parecia um monstro tecnológico. Era uma Rolleiflex. Se você queria tirar boas fotos, tinha de ter uma dessas. Era mais ou menos 1065, ou seja, mais de meio século atrás. Você tinha de comprar um filme especial, branco e preto, o processo de revelação era demorado e caro. Tinha máquina mais simples? Tinha, claro, mas as fotos tinham pouca nitidez, saiam tremidas e em geral com luminosidade inadequada.
 
Nos anos 80 começaram a juntar o conceito de celular com máquina fotográfica. A principio achei “idéa de jerico”, porque máquina fotográfica era máquina fotográfica (mesmo que já digital), filmadora era filmadora e telefone era telefone. Mas a indústria insistiu e começou a integrar tudo. Steve Jobs foi o mais ousado: criou o conceito de smartphone, juntando internet, computador, camera, filmadora e tudo o mais num telefone sem teclado – acabando de vez com os telefones profissionais móveis, da praticamente falecida Blackberry. Nascia o Iphone, com o sistema operacional IOs (Apple) que foi logo foi copiado por coreanos, japoneses  e chineses, usando o sistema operacional “aberto”, do Google, o Android. Mais baratos que o Iphone, tiveram seu uso explodido a partir dos anos 90.

E vieram os aplicativos de todo tipo, para ajudar a tirar as fotos e poder revê-las no próprio celular ou transmitir para um computador desktop, ondem podiam ser descarregadas e vistas com maior qualidade que nas telas dos celulares. Um deles começou muito tímido, em 2010 – e tem “apenas” 9 anos de idade: o Instagram. Quer você acredite ou não, as pessoas tiravam fotos antes do Instagram. As pessoas até compartilharam fotos antes do Instagram, mas era chato e complicado.

primeira foto do instagram

Primeiro “post” no Instagram

Pequena História do Instagram

A primeira foto foi postada por Kevin Systrom (@kevin) em 16 de julho de 2010. Um inocente cãozinho. Kevin Systrom é Co-Fundador & CEO do Instagram até hoje.

A rede foi comprada pelo Facebook em 9 de abril de 2012, por U$ 1 bilhão. Na época, o Instagram tinha “apenas” 30 milhões de usuários.

O Instagram introduziu publicidade para marcas selecionadas em outubro de 2013, mas só abriu anúncios para todos até setembro de 2015. Foi o nascimento do Instagram Business, ou seja, Instagram para negócios.

Em junho de 2016, o Instagram mudou para um feed não cronológico. Muitas pessoas não ficaram felizes, mas o Instagram explicou que isso significaria que as pessoas perderiam menos posts das pessoas que seguiam…

As histórias (Stories) do Instagram foram lançadas na plataforma em agosto de 2016. As histórias permitiam que os usuários enviassem fotos e vídeos (junto com a possibilidade de adicionar adesivos e outras informações) a seus perfis que expirariam após 24 horas (semelhante em função ao Snapchat). Quando o Instagram introduziu vídeos, mais de 5 milhões foram compartilhados em 24 horas.

Em setembro de 2017 o Instagram Business atingiu 2 milhões de Anunciantes.

A IGTV, ou TV Instagram, foi lançada em junho de 2018. Esse aplicativo independente permite que os usuários enviem vídeos mais longos para encorajar seus seguidores, podendo ter um conteúdo de vídeo mais aprofundado. AInda não tem 1 ano de vida.Na ocasião o Instagram comemorava ter atingido comunidade global de um bilhão de usuários!  Embora exista um aplicativo IGTV independente, os usuários também podem assistir os vídeos a partir do aplicativo Instagram – o que fez com que toda a comunidade de um bilhão pudesse acessá-los desde o início. Assim como uma TV, o IGTV tem canais (como no Youtube). No IGTV, os criadores são os canais. Quando você segue um criador no Instagram, o canal IGTV deles é exibido para você assistir. Qualquer pessoa pode ser um criador de conteúdo – você pode enviar seus próprios vídeos IGTV no aplicativo ou na Web para iniciar seu próprio canal.

Somente falando de fotos, hoje temos mais de 40 bilhões de fotos compartilhadas! O Instagram gera 3,5 bilhões de likes todos os dias.

Hoje o canal não é o “mercado livre” que costumava ser. E as empresas tiveram que se tornar hiper-táticas com quase tudo sobre a estratégia de mídia social do Instagram. Desde como é abordada a concepção de ativos criativos até métodos dofisticados de construção de comunidades, incluindo análise de dados para fazer otimizações. E há muito, muito mais no meio. Instagram e marketing foram feitos um para o outro. É um casamento feliz dá cada vez mais certo.

Estatísticas que interessam para quem faz Marketing Digital

Número de usuários ativos mensais do Instagram de janeiro de 2013 a junho de 2018 (em milhões)

Número de usuários ativos mensais do Instagram de janeiro de 2013 a junho de 2018 (em milhões)

O uso do Instagram dobrou entre junho de 2016 e 2018.

O Brasil é o terceiro país do mundo com o maior número de usuários no Instagram, depois dos Estados Unidos e Índia

Países líderes com base no número de usuários do Instagram em outubro de 2018 (em milhões)

Essa estatística apresenta um ranking dos países com as maiores audiências do Instagram em todo o mundo a partir de outubro de 2018. Durante o período medido, os Estados Unidos ficaram em primeiro lugar com 121 milhões de usuários ativos mensais acessando o aplicativo de compartilhamento e edição de fotos. O Brasil ficou em terceiro lugar com 64 milhões de Instagram, atrás da Índia, com 71 milhões de usuários ativos mensais. Hoje Instagram é uma das redes sociais mais populares do mundo, especialmente entre os jovens adultos. A plataforma relatou 1 bilhão de usuários ativos mensais em junho de 2018.

O Brasil é o terceiro maior país do mundo em tráfego no Instagram, só ficando atrás dos Estados Unidos e da Rússia

 88/5000 Distribuição regional do tráfego de computadores para o Instagram.com a partir de outubro de 2018, por país

  • 35% dos usuários de internet dos EUA estão agora no Instagram.
  • 90 por cento dos usuários do Instagram são menores de 35 anos.
  • 63% das pessoas de 13 a 17 anos usam o Instagram diariamente, em comparação com 54% do Snapchat. Mais envolvimento no Instagram. Tudo para você influenciar esses jovens com suas camisetas, pulseiras, músicas, vídeos ou o que eles gostam nos dias de hoje.
  • 22% de todos os usuários do Instagram fazem login pelo menos uma vez por dia.

O ovo ou a galinha, qual é mais popular?

Curiosidade: o ovo ou a galinha, o que vem antes?

O ovo! A foto mais popular no Instagram é atualmente uma foto de um ovo com mais de 50 milhões de curtidas.

Bons motivos para você começar a usar o Instagram

O números acima mostram para você que usar a ferramenta em suas campanhas de marketing digital é imprescindível. Se você não usa a ferramenta, é necessário abrir a conta, em primeiro lugar. Depois, conveertê-la numa conta Instagram Business.

As vantagens para quem tem contas Instagram Business:

  • Você vai se juntar a 25 milhões de empresas que hoje têm perfis de negócios em todo o mundo;
  • Você vai aumentar as chances de seu negócio ser descoberto por novos clientes. 60% das pessoas dizem que descobrem novos produtos no Instagram;
  • Você vai fazer parte dos mais de 2 milhões de anunciantes em todo o mundo usam o Instagram para compartilhar suas histórias e gerar resultados comerciais;
  • Você vai ter acesso a mais de 200 milhões de usuários do Instagram que visitam pelo menos um perfil de negócios diariamente;
  • Se você criar “stories!, vai aumentar sua visibilidade: 1/3 das histórias mais vistas são de empresas..

Ah, você ainda nem tem uma conta no Instagram!! Ou tem de abrir conta para seus novos clientes…

Não tem problema. O caminho se faz ao caminhar, basta registrar uma conta em https://www.instagram.com. Ao se inscrever, você vai ganhar um identificador único no instagram, que começa com @. Você pode por o seu nome, ou o nome da sua empresa, mas uma estratégia mais legal é por algo ligado ao segmento em que você atua. Tipo: @marketingdigital; Assim, quem pesquisa marketing digital vai encontrá-lo com mais facilidade.Ou, se seu cliente pe por exemplo um corretor de seguros, você pode criar uma conta como @segurosbaratos.

Com milhões de usuários, é muito provável que o identificador que você escolher já exista. Algumas estratégias para contornar isso, ajudando as pessoa a entenderem que tipo de negócio você (ou seu cliente) tem, ou onde está localizado::

  • acrescentar “.” ou “_” : marketing.digital ou marketing_digital;
  • acrescentar algo no nome que ajude a explicar ou qualificar o negócio: marketing.digital.nota10 ou excelente.marketing.digital;
  • acrescentar algo que identifique o seu nicho de mercado (ou do seu cliente). Se atua para pizzarias, por exemplo: marketingdigital.pizzarias;
  • usar o próprio domínio (seu ou do cliente): pizzariadomingos.com.br;
  • acrescentar ou referência geográfica: pizzaria_CAMBUI_CAMPINAS.

Logo depois que registrar, sugiro seguir algumas grandes marcas, que investem milhões de dólares no Instagram. Exemplos:

Muito melhor que seguir esses grandes anunciantes é procurar (e seguir) empresas que diretamente competem com os nichos de mercado que você está disputando. Use o search do Instagram para procurar empresas que estão oferecendo produtos ou serviços que você está oferecendo. Assim vocë descobrirá as estratégias de marketing que eles estão usando – e poderá fazer algo ainda melhor do que eles. Siga de perto os seus “inimigos” concorrentes. Ou, se você faz o marketing digital para alguns clientes, procure alguns concorrentes que atuam no mesmo segmento de mercado deles e siga-os, extraindo boas ideias e abordagens. Inspire-se nos posts que tem o maior número de likes.

Você pode não saber o nome dos concorrentes, mas pode pesquisar com hashtags. Se seu cliente é uma pizzaria, pode pesquisar hashtags como #piizza, #pizzas, #pizzaria – por exemplo. E, ao postar para clientes, usar o mesmo tipo de hashtag no final do texto, para também ser encontrado por quem pesquisa. A combinação de um bom nome de identificação com hashtags na postagem ajuda você (ou seu cliente) a ser encontrado e seguido.

Se você já tem uma ou mais contas e sentir que deve mudar alguma coisa com base nas dicas acima, não se preocupe: basta ir em PROFILE->EDIT PROFILE (edita perfil e mudar o que quiser:   name (nome), username (na verdade, o seu identificador), website (muito importante, porque os post normais não tem hiperlinks), bio (breve descrição do negócio ou do que você faz), email (um que você leia) e telefone (de preferência celular).

Fontes:

Tudo o que você precisa saber sobre Computação em Nuvem nos seus negócios!

Computação em Nuvem para Gestores e Empreendedores

Computação em Nuvem para Gestores e Empreendedores